Em Imperatriz, Conselhos de Economia lançam carta por um Nordeste justo e desenvolvido

Em Imperatriz, Conselhos de Economia lançam carta por um Nordeste justo e desenvolvido

Os Conselhos Regionais de Economia (Corecon”™s) divulgaram carta para chamar atenção sobre “as graves consequências sociais decorrentes das secas e da maior recessão da história republicana do Nordeste brasileiro”?.

O manifesto foi assinado coletivamente durante o XXX Encontro de Entidades de Economistas do Nordeste (ENE), realizado entre os dias 31 de outubro e 1° de novembro em Imperatriz, sul do Maranhão. Presidentes, vice-presidentes e representantes de Corecon”™s nordestinos pensaram juntos a redação da publicação, também chamada de “Carta do XXX ENE”?.

58210cab-4282-41a4-8f20-063988bd4b58-min

No texto, os profissionais defendem a manutenção de políticas sociais e programas especiais para reverter o agravamento de problemas socioeconômicos no Nordeste, em especial no semiárido, região massacrada pela seca e severamente afetada com a recessão fiscal que desequilibrou as contas públicas em quase todo o país.

O XXX ENE em Imperatriz contou ainda com a presença do presidente do Conselho Federal de Economia (Cofecon), Wellington Leonardo da Silva.

Leia a íntegra da carta