Na noite desta segunda-feira (13) foi aberta em Imperatriz a programação da Semana do Economista 2018. Realizado anualmente em celebração ao aniversário da regulamentação da profissão de economista, pelo segundo ano consecutivo o tradicional evento promovido pelo Conselho Regional de Economia do Maranhão (Corecon-MA) contará com atividades nas duas maiores cidades maranhenses, São Luís e Imperatriz, com palestras até o dia 17 de agosto.

Ontem, durante a Mesa de Abertura do evento, o presidente do Corecon-MA, Frednan Santos, enfatizou a necessidade de pensar o futuro e destacou o papel do economista por sua capacidade de elaboração de cenários e projeções.

Frednan Santos aproveitou para agradecer os parceiros da Semana do Economista, destacando o caráter provocativo do evento. O presidente parabenizou todos os economistas e futuros profissionais da área pelo seu dia.

Frednan Santos, presidente do Corecon-MA, parabeniza a classe durante a abertura da Semana dos Economistas 2018

O conselheiro de Imperatriz do Corecon-MA e coordenador do curso de Ciências Econômicas da Faculdade de Educação Santa Terezinha (Fest), Fernando Babilônia, destacou o momento político e a necessidade de intervenção sobre a realidade para reversão da atual crise. Babilônia chamou atenção da plenária para a importância do voto de cada um para o futuro do país.

O delegado de Imperatriz do Corecon-MA e representante da Faculdade de Imperatriz (Facimp), Larlô Macedo, destacou a importância do profissional de Economia e celebrou a participação de estudantes e profissionais no evento.

Empreendedorismo e atuação dos municípios

Na primeira palestra da noite, o secretário de Desenvolvimento Econômico do município de Imperatriz, Eduardo Soares, destacou a importância das cidades para a criação de um ambiente de negócios favorável para o empreendedorismo, chamando atenção para o fato que o desenvolvimento só pode ser pensado no longo prazo através de estratégias municipais, estaduais e federais convergentes com a iniciativa privada.

O assessor especial da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio, e Energia (Seinc) Paulo Henrique, participou da abertura representando o secretário Expedito Rodrigues, que não pode comparecer. O assessor da Seinc trouxe importantes provocações para a plateia, apresentando dados da balança comercial interestadual do Maranhão e da Região Tocantina. Em sua fala, ele ressaltou a necessidade do planejamento de longo prazo focado nas cadeias produtivas, além de destacar a necessidade do protagonismo do setor privado.